Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Marcelo Beltrão

A partir de hoje, Alagoas passa a ter o dia 26 de Setembro com o Dia Estadual de Doação de Órgãos. De autoria do deputado Marcelo Beltrão (MDB), a Lei 8.166 de 25 de Setembro de 2019 foi sancionada pelo governador do Estado, Renan Filho, e publicada hoje no Diário Oficial.

Na sessão desta terça-feira, o deputado Marcelo Beltrão usou a tribuna do Plenário da Assembleia Legislativa para ressaltar a importância da data para o Estado, e sensibilizar as famílias para a autorização da doação dos órgãos.

“Estamos no Setembro Verde, mês de conscientização e sensibilização para a doação de órgãos. Vinte sete de setembro é o Dia Nacional de Doação de Órgãos. Em Alagoas, o dia vinte e seis de setembro se torna uma data muito importante no que diz respeito a salvar vidas. Mesmo se declarando doador de órgãos, após a morte, a família precisa autorizar a doação dos órgãos. A data de hoje vem para sensibilizar, principalmente, as famílias para a importância de autorizar a doação. Quero agradecer aos colegas deputados pela aprovação do projeto, e ao governador do Estado, que sancionou a Lei, publicada non diário de hoje”, disse o deputado.

De acordo com dados da Central de Transplantes da Secretaria de Estado da Saúde, até o mês de agosto, existem quase quinhentas pessoas e espera para o transplante de órgãos, sendo 239 para córneas, um para coração e 207 para rins. Até o mês de julho, foram realizados 29 transplantes de córneas, quatro de coração e cinco de rins e a Secretaria de Saúde está caminhando para iniciar o transplante de fígado no Estado.

Alagoas passou a ter um avanço no que diz respeito à recusa das famílias para a doação. O índice de recusa caiu de 71% em 2016, para 44% em 2018.

“Este número reduziu, mas ainda há um grande número de recusas. Se uma pessoa declara que é doador, ela pode salvar até oito vidas. Então, diga sim, seja um doador e salve vidas”, finalizou o deputado.