Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Foi preso em São Paulo, nesta quarta-feira (18), o segundo suspeito de assassinar o professor e suplente de vereador Vandiele da Silva Araújo Rocha. De acordo com o delegado Everton Gonçalves de Souza da 4ª DRP de Arapiraca, o acusado foi localizado após um trabalho de inteligência.

Cleber José de Sousa Braga Junior se encontrava escondido em Praia Grande Região Metropolitana da Baixada Santista, estado de São Paulo. A prisão dele ocorreu com apoio do Delegado Titular da Delegacia de Investigações Gerais de Santos Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior, que cumpriu o Mandado de Prisão.

O Delegado Everton Gonçalves reforça que a população continue a denunciar crimes pelo disque denúncia 181, ferramenta importante no combate ao crime. Cleber havia negociado com a Polícia Civil se apresentar após ter sido identificado, mas acabou fugindo.

O crime

O professor e suplente de vereador Vandiele da Silva Araújo Rocha, 41 anos, foi encontrado morto dentro da  sua residência no final da manhã do dia 30 de agosto, em Arapiraca. O corpo foi encontrado por amigo de Vandiele que dormiu no local.

De acordo o amigo, que não teve a identidade divulgada, ele e o professor sairam de um evento na quinta-feira (29) e pararam em um posto de combustível para comprar bebidas. O professor teria conhecido dois homens e convidado os mesmo para beber em sua casa.

O amigo contou a polícia que foi dormir e ao acordar encontrou Vandiele morto com uma faca de serra no pescoço. Os suspeitos levaram o veículo do professor um Up, de cor branca e placa QLA-4817, que foi encontrado em chamas, um dia depois, em uma estrada vicinal, na zona rural do município de Igaci.

Um celular, que pode ser de um dos suspeitos, foi encontrado pela Polícia Militar na residência do professor.