Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O senador Rodrigo Cunha se reuniu nesta terça-feira com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, como parte da bancada de Alagoas, e com a reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Valéria Costa Correia. 

O encontro tratou dos contingenciamentos do governo à Ufal, os quais o ministro se comprometeu a destravar em parte, e encaminhar à universidade recursos suficientes para a quitação das contas de água e luz.

A reitora procurou sensibilizar o ministro sobre a importância da verba para a Ufal, que atende mais de 30 mil estudantes. E contou que as ações da universidade atingem todos os 102 municípios alagoanos. Além de prometer enviar parte dos recursos à Ufal provavelmente ainda este mês, Weintraub sugeriu que a instituição comece a executar projetos que resultem em mais autonomia financeira, reduzindo a dependência da universidade dos recursos da União.
Segundo ele, o foco do Ministério da Educação neste momento está na educação básica. A delimitação dessa prioridade vai ao encontro da espinha dorsal que o senador Rodrigo Cunha definiu para seu mandato, que é fazer andar as creches e pré-escolas paradas.

O senador alagoano informou ao ministro que há em Alagoas 94 obras de creches que deveriam ter sido entregues à população, mas não foram. Weitraub solicitou a lista dessas obras para que o governo as priorize, pois são investimentos que já foram feitos, e, em alguns casos, falta muito pouco para que as escolas sejam finalizadas e inauguradas.

“Saio otimista da reunião com o ministro, porque ele partilha da minha visão, de que temos que priorizar a educação das crianças pequenas. Aquelas que têm a chance de irem para as salas de aula terão seu desenvolvimento estimulado durante uma fase chave da vida. É um benefício que se espalha por toda a família e que tem a capacidade de romper o ciclo de miséria que em muitos casos vem se perpetuando por muitas gerações”, disse Rodrigo Cunha. 

Embora esteja com o caixa do ministério engessado, Weintraub afirmou ao senador Rodrigo que a situação econômica do Brasil começa a melhorar, e as creches são as primeiras da fila para receberem investimentos. Ele pontuou ainda que há uma expectativa de que recursos da Petrobras cheguem ao ministério carimbados para serem usados nas creches e pré-escolas.