Foto: Cortesia ao CM Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Policiais civis forjam falsa operação e usam carro oficial do estado para extorquir comerciantes

Uma investigação da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) identificou policiais civis envolvidos em esquema de extorsão semelhante ao que ocorreu contra comerciantes da conhecida Feira do Rato, no bairro da Levada, e foi subsídio para Operação Navalha.  

Desta vez, os agentes da Deic identificaram um grupo que realizou uma falsa operação para subtrair dinheiro. De acordo com o delegado Fábio Costa, em um dos novos casos apurados, foram colhidas imagens do circuito interno de monitoramento de um edifício residencial, que mostram os policiais utilizando balaclavas, distintivos, armas e carros do Estado para práticas criminosas.

As imagens mostram os policiais chegando a residência da vítima, de onde conseguiram levar R$ 20 mil, além de outros pertences pessoais. O vídeo apresentado mostra toda a movimentação do grupo criminoso no condomínio residencial.

 

Segundo o delegado, a  “falsa operação” não foi autorizada por nenhum delegado, tampouco foi registrada em Delegacia de Polícia.

“A DEIC já identificou os policiais envolvidos nesta e em outras ações, e o caso segue em investigação sigilosa em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado - GAECO, do Ministério Público Estadual”, disse Fábio Costa.