Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

“Lugar de bandido é na cadeia, mas não em péssimas condições. É preciso garantir a dignidade dos agentes e dos presos para o bem do sistema prisional e da segurança pública”, disse o deputado estadual Cabo Bebeto (PSL) depois de visitar, na segunda-feira (9), os presídios Baldomero Cavalcanti, Cyridião Durval, Santa Luzia e o de Segurança Máximal.

O parlamentar, que é presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa, acompanhou os deputados federais Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) e Márcio Tadeu (PSL-SP), membros da Frente Parlamentar Mista de Desenvolvimento Estratégico do Sistema Penitenciário, Combate ao Narcotráfico e Crime Organizado no Brasil.

Conforme divulgado pela assessoria de Comunicação do Cabo Bebeto, os parlamentares estiveram em Maceió para observar os problemas encontrados nas unidades prisionais de Alagoas, a exemplo da superlotação e do déficit de pessoal. Após as visitas, os deputados defenderam a realização de concurso para novos agentes penitenciários.

O deputado Capitão Alberto Neto disse que os agentes de Alagoas estão pedindo socorro e que o sistema prisional “está controlado”, mas para se manter assim e não entrar em colapso é necessário o aumento do efetivo: "O aumento da população carcerária e a redução do efetivo de agentes é algo perigoso. O sistema está superlotado e pode influenciar na segurança pública. É isso que as autoridades precisam entender".