© Reprodução / Instagram Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Fifa anunciou nesta quarta-feira o Brasil como um dos três países restantes no processo de escolha da sede do Mundial Sub-20 de 2021. Após cinco candidaturas inicialmente apresentarem interesse, a entidade manteve na disputa a proposta da CBF, que tem como concorrentes o Peru e a Indonésia. A definição será anunciada em outubro deste ano, em reunião do Conselho Mundial da Fifa, na China.

O Brasil oficializou a candidatura em julho, após ter manifestado o interesse em maio. Já no final de agosto, a CBF entregou uma série de documentos para embasar a proposta e agora aguarda a definição. O processo seletivo promovido pela Fifa começou inicialmente com a eliminação de duas candidaturas em conjuntas de países: Myanmar e Tailândia, assim como Arábia Saudita, Bahrein e Emirados Árabes Unidos saíram da disputa.

Além do Mundial Sub-20, o Brasil receberá neste ano o Mundial Sub-17, entre outubro e novembro. O País também busca receber a Copa do Mundo Feminina, em 2023, e tem como concorrentes África do Sul, Argentina, Austrália, Colômbia, Japão, Nova Zelândia e as duas Coreias. Inclusive, a Fifa confirmou nesta semana a presença da candidatura brasileira neste processo. O anúncio da sede será em maio de 2020.

Apesar da mobilização para ser sede, a seleção brasileira de base não tem conquistado bons resultados. A equipe não se classificou para três das quatro últimas edições do Mundial Sub-20 após realizar campanhas ruins no Sul-Americano da categoria. Já em competições sub-17, o time foi semifinalista na última edição, há dois anos, e terá a oportunidade de jogar em casa a próxima edição.