Foto: Anderson Riedel / PR / Divulgação CP Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Porta-voz do governo anunciou medida.

O presidente Jair Bolsonaro deve assinar, nesta semana, a medida provisória (MP) que vai instituir a carteira digital do estudante. Batizada de MP da Liberdade Estudantil, a medida deve passar a oferecer uma nova modalidade de identificação, em versão totalmente digitalizada. Ainda não há informações sobre se o novo documento substituirá as atuais carteiras de estudante.

"Sobre a carteira de identidade (estudantil) digital, deve ser assinada a Medida Provisória nesta quinta-feira", informou o porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros, em entrevista a jornalistas.

Atualmente, a Lei nº 12.933/2013, chamada Lei da Meia-Entrada, atribui a prerrogativa exclusiva de emissão da Carteira de Identificação Estudantil às próprias entidades estudantis, como a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), além de suas entidades estaduais e municipais filiadas.