Foto: Divulgação Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Tribunal de Justiça de Alagoas

O réu Jackson Leite dos Santos Silva foi condenado a 21 anos, 10 meses e 15 dias de prisão pela morte de Lavousier dos Santos Nunes, ocorrida em 2015, no bairro da Levada, em Maceió. O julgamento, conduzido pelo juiz Sóstenes Alex Costa de Andrade, foi realizado nesta quarta-feira (28), no 1º Tribunal do Júri da capital.

O acusado foi condenado por homicídio qualificado e deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado, não podendo apelar em liberdade. Na sentença, o magistrado ressaltou que as consequências do crime para os familiares da vítima foram graves, já que “a esposa da vítima e seus filhos tiveram que mudar de cidade, modificando toda sua rotina e estrutura familiar, diante das ameaças sofridas por eles e do temor que o crime causou”.

Segundo a denúncia do Ministério Público, a vítima estava na frente de casa quando foi atingida por disparos de arma de fogo, vindo a falecer. Segundo o MP/AL, o homicídio foi encomendado, porque Lavousier, enquanto estava preso, teria dado informações aos policiais sobre os crimes ocorridos dentro do presídio.

O outro acusado do crime, Anderson Francisco Lima Souza, também foi julgado, mas acabou absolvido pelos jurados, que entenderam que a sua participação no homicídio não ficou comprovada.

 

*Com Ascom TJ/AL