Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Um acordo de parceria entre a Prefeitura de Arapiraca e a Polícia Militar de Alagoas (PMAL), por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e de policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar (3º BPM), garante, durante blitz, segurança pública aos passageiros de motociclistas no município.

A ação prevê coibir atos de delitos, como portar armas irregularmente, entre outros atos ilícitos, praticados por motociclistas que se passam por mototaxistas clandestinos. Fatos ocorridos ultimamente em Arapiraca e que preocupam as autoridades policiais.

Durante as blitz, a abordagem dos policiais militares é focada em motociclistas, principalmente se tiverem transportando passageiros, independentemente se homem ou mulher, uma vez que o trabalho também será para coibir uso de armas de fogo e branca, como também qualquer tipo de droga ilícita.

Outro fator determinante para garantir a segurança de passageiros, segundo o superintendente da SMTT Ricardo Teófilo é realizar a blitz aleatoriamente e em locais de maior fluxo de veículos, além de pontos estratégicos do centro e bairros de Arapiraca.

“O trabalho da PM com o apoio da SMTT é muito importante porque estamos garantindo a segurança dos próprios motociclistas e dos passageiros que circulam de moto na cidade”, destacou Ricardo Teófilo.

O superintendente afirmou, ainda, que o prefeito Rogério Teófilo tem contribuído para que a ação da blitz seja uma constante na cidade e possa servir para manter a segurança pública no transporte de passageiros sobre duas rodas.

No comando policial, o capitão PM Pedro de Oliveira ressaltou a importância da integração entre as instituições para combater infrações de trânsito e crimes como portar armas ilegalmente, drogas ilícitas e o exercício ilegal da profissão de mototaxista.

“Há a necessidade de fazermos operações como esta, uma vez que muitos criminosos estão se aproveitando da possibilidade de ser um mototaxista clandestino para praticar delitos na cidade e a PM junto com a SMTT está trabalhando para coibir qualquer tipo de crime e garantir a segurança pública à população”, assegurou o capitão Pedro de Oliveira.

Cadastramento de permissionários

Segundo o diretor de Fiscalização da SMTT, Genival Bezerra, que está acompanhando as equipes de agentes de autoridade de trânsito às ações com a PM, a orientação do órgão fiscalizador é sugerir que a população utilize o transporte público em que o condutor seja, ao menos, cadastrado à SMTT.

“A SMTT mantém o cadastro dos mototaxistas com todas as informações e documentações exigidas pelo órgão e que poderão ser checadas em caso de qualquer tipo de irregularidade”, ressaltou.