Foto: Daniel Paulino/Cada Minuto Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Prefeito Rui Palmeira durante a visita

Durante a visita ao Residencial Vale do Parnaíba, localizado no bairro do Rio Novo, em Maceió, o prefeito Rui Palmeira (PSDB) disse que é importante que os outros órgãos reforcem a cobrança que a prefeitura já fez ao Ministério de Desenvolvimento Regional para que as casas possam serem liberadas para os moradores do Mutange.

"Fizemos essa cobrança por três vezes e desde o início do ano que estamos solicitando essa liberação para que as famílias as 240 famílias possam ocupar o residencial de maneira rápida e sem custos, já que se trata de um caso de calamidade pública", afirmou Palmeira.

A moradora da barreira do Mutange, Valdenice Rocha, explicou que espera que o Governo Federal realize o mais rápido possível a liberação das casas. "Moro há 20 anos na barreira e já passei por muitos invernos, mas de uns meses pra cá, nunca passei por noites de inverno com tanto medo, quanto essas, mas agora o que torcemos é que todo esse pesadelo esteja chegando ao fim".

O prefeito destacou ainda que as casas do Rio Novo já possuem Creche, Escola, Posto de Saúde e CRAS em pleno funcionamento. "Quando nós pensamos em trazer as casas do Minha Casa Minha Vida para o Rio Novo foi pensando justamente no apoio logístico que teríamos do VLT, que é barato e rápido e as pessoas estão bem perto da estação e chegam de maneira rápida e segura no Centro da Cidade", explicou o prefeito.

Rui frisou ainda que esteve ontem em Brasília onde solicitou ao Ministério de Minas e Energia novos estudos para os bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro.

“Solicitamos novos estudos que informem com segurança aos moradores se eles poderão voltar para as suas casas, porque essa é a grande angústia da população e a gente pediu celeridade ao ministro de Minas e Energia, que foi muito firme na reunião. Ele solicitou às agências envolvidas que o estudo seja imediatamente iniciado para que tenhamos as respostas tão solicitadas pela população dos bairros atingidos”, disse o gestor.

*estagiário sob a supervisão