Foto: Dicom CMM Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Vereador Francisco Sales

Foram muitos, até hoje, os planos e projetos apresentados pelo poder público para revitalizar o histórico e belo bairro de Jaraguá. Mais uma tentativa deu um passo fundamental nesta terça-feira (20). Os vereadores de Maceió aprovaram incentivos fiscais apresentado pela Prefeitura de Maceió.

Contudo, os micro e pequenos empresários ficaram de fora do pacote de benefícios, uma vez que as emendas para beneficiar essa categoria foram rejeitadas, alertou o presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Comércio, vereador Francisco Sales (PPL).

Para ele, Somente as grandes empresas serão beneficiadas, ao contrário das agências de turismo, salões de beleza, livrarias, entre outras empresas de pequeno porte que se instalarem no local, caso dos proprietários de estacionamentos e edificações de garagem..

Segundo Sales, "Já foram feitas diversas tentativas de revitalizar o bairro de Jaraguá e tornar o local um polo de investimentos, mas infelizmente não vamos conseguir fazer essa mudança sem promover o incentivo ao pequeno empresário, que chama e leva a população para circular no bairro".

EM TEMPO - De acordo com o Projeto de Lei aprovado, os empresários que ocuparem o bairro de Jaraguá terão isenção da Taxa de Localização por cinco anos, descontos de 50% no Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza Pessoa Física (ISSQN) e de 30% no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), também por cinco anos. 

Após a aprovação em regime de urgência em sessão extraordinária da mensagem do Executivo que instituiu a Política de Benefícios e Isenção para Habitação no bairro de Jaraguá, agora falta apenas a sanção do prefeito Rui Palmeira (PSDB).