Foto: TJ/AL Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Júri foi realizado na Comarca de Mata Grande, nesta segunda-feira (19).

O réu Antônio Abílio dos Santos, acusado de estuprar e matar um menino de seis anos, foi condenado a 34 anos e nove meses pelo Conselho de Sentença da Comarca de Mata Grande, em julgamento realizado nesta segunda-feira (19). A sentença foi proferida pelo juiz Vinicius Garcia e deverá ser cumprida em regime inicialmente fechado.

De acordo com a denúncia feita pelo Ministério Público de Alagoas (MPE/AL), Abílio e dois adolescentes violentaram sexualmente a vítima e, em seguida, jogaram a criança em uma barragem. O menino faleceu em decorrência de afogamento. Em depoimento na delegacia, o réu negou envolvimento no crime, que ocorreu em janeiro de 2015, no município de Inhapi, no Sertão alagoano.

No dia do crime, a criança estava sob os cuidados de uma tia que estava bebendo na praça central do município e pediu para dois menores levassem ele para a casa de um dos adolescentes. A vítima teria acompanhado os outros e quando encontraram com Antônio Abílio seguiram para uma barragem, localizada na Cohab da cidade, onde a criança foi violentada e afogada para não entregar os acusados.

A defesa do réu foi feita pelo defensor público Wagner de Almeida Pinto, que recorreu da decisão.

 

*Com informações TJ/AL