Foto: Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true O ex-ministro Roberto Gusmão,

O ex-ministro da Industria Comércio durante o governo de José Sarney, Roberto Herbster Gusmão morreu, na tarde de sábado (17/8), de uma insuficiência respiratória. Ele faleceu por volta das 15h30 em casa, em São Paulo. O velório ocorre na manhã deste domingo (18), no Cemitério do Morumbi, e o enterro está previsto para as 13h.

Com carreira longeva na política, Roberto Gusmão foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) entre 1947 e 1948 e também presidou o Banco de Desenvolvimento do Estado de São Paulo no governo de Franco Montoro, de 1983 a 1985.

Gusmão ficou conhecido por ter participado da campanha O petróleo é nosso, no governo de Getúlio Vargas, da articulação da chapa Jan-Jan, com Jânio Quadros e João Goulart em 1960, e também da campanha de Tancredo Neves à Presidência da República. 

Entre os cargos políticos, chefiou a Casa Civil do governo de São Paulo na gestão de Franco Montoro, e foi ministro da Indústria e Comércio do governo de José Sarney, até 1986, além de ter sido vereador na Câmara Municipal de São Paulo em 1965. Ao lonngo da trajetória, foi filiado aos partidos PP e PMDB, esse último chegou a presidir.

No currículo ainda os cargos fundador da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (Eaesp), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), e diretor-presidente da Cervejaria Antártica, em Ribeirão Preto.