Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Com cada vez mais serviços de streamings disponíveis, quem nunca desejou possuir mais tempo livre para assistir suas séries e filmes favoritos? Ao menos pelo próximo ano, esse não será um problema enfrentado por Mari Burkinshaw, uma londrina de 29 anos que irá ganhar o equivalente a R$ 174 mil para assistir TV todos os dias. A jovem, que trabalhava em uma grife de moda até o início deste ano, foi a vencedora de um concurso realizado pela Now TV, operadora de TV a cabo do Reino Unido, que oferecia um “contrato” ao vencedor da disputa para que ele passasse um ano apenas assistindo aos programas, filmes e séries presentes na grade do canal.

 

A ideia para o concurso surgiu a partir de uma pesquisa realizada em Londres. De acordo com os dados colhidos, os londrinos estão trabalhando cada vez mais, o que os impede de assistir televisão. Essa, naturalmente, não é uma realidade que afeta apenas a população de Londres, sendo um panorama que parece se repetir em todo o mundo, inclusive no Brasil.

 

O excesso de trabalho parece afetar não apenas nossa relação com a televisão, mas também nosso lazer de maneira geral: cada vez mais deixamos de realizar atividades que nos dão prazer, como ir ao cinema, sair com os amigos e jogar videogames devido às atribuições relacionadas à nossa vida profissional. É preciso, no entanto, que saibamos balancear nosso tempo, não deixando de realizar atividades que podem aliviar o stress causado pela rotina. Portanto, não deixe de ir ao cinema ou sair com os amigos; busque jogos online ou até mesmo uma lista de cassinos grátis e divirta-se sem necessariamente ter de colocar a mão no bolso para isso; tire uma tarde para apenas assistir séries, enfim, fazer o que gosta.

 

Felizmente para Mari,a Now TV decidiu acabar com esse problema ao oferecer, além de um acesso aberto para todos os seus canais, uma mesada robusta para o vencedor do concurso. A designer foi a que mais impressionou os jurados com um vídeo bem-humorado, fazendo várias referências a séries que ela já assistiu e que deseja assistir – mas que, para isso, precisaria de mais tempo livre. Ela foi selecionada entre mais de mil concorrentes.

 

Demissão e vitória

 

A decisão de sair do emprego aconteceu antes mesmo que Dani tomasse conhecimento sobre o concurso promovido pela Now TV. De acordo com a jovem, enquanto trabalhava em tempo integral em um escritório de moda, ela via-se obrigada a realizar malabarismos para cumprir com compromissos familiares, manter sua vida social e encontrar tempo para si mesma. “Percebi que queria ter mais flexibilidade, então resolvi me demitir”, explica.

 

Foi, então, logo após seu pedido de demissão, que Mari descobriu sobre o concurso. “Percebi que era a oportunidade perfeita para mim”, conta a jovem que, tendo se inscrito apenas 3 dias antes do prazo final, conseguiu bater mais de mil concorrentes. Agora, ela terá tempo mais que suficiente para acompanhar as novidades e lançamentos do mundo das séries sem se preocupar.

 

“Eu realmente não esperava vencer, e estou absolutamente maravilhada com a perspectiva de passar o próximo ano acompanhando todos os programas que perdi sem me sentir culpada por isso, algo que não imaginava que fosse possível. É um sonho!”.

 

Jovens e o mercado de trabalho

 

Para muitos, a decisão de Mari em se demitir de um trabalho fixo pode parecer loucura. No entanto, esse parece ser um padrão seguido por jovens que, cada vez mais, passam a acreditar que equilibrar trabalho e vida pessoal é mais importante que ganhar bem.