Foto: Cortesia / Internauta Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Fumo era embalado e vendido com embalagens falsificadas de marcas conhecidas no mercado.

Uma denúncia anônima feita a Polícia Civil (PC), resultou na apreensão de mais de 20 mil quilos de fumo pronto para comercialização, mas fora das especificações exigidas para venda e consumo. O material irregular foi encontrado na tarde desta terça-feira (12), sem um salão no bairro São Luiz, em Arapiraca, Agreste alagoano. Uma arma e munições também foram apreendidas no local.

De acordo com informações da PC, após receber a denúncia e com um mandado de busca e apreensão os militares foram o endereço apontado. Eles encontraram diversos pacotes de fumo já embalados e preparados para comercialização, além de embalagens de várias marcas conhecidas no mercado.

Um revólver calibre 38, com quatro munições intactas, e três cartuchos de espingarda calibre 12 foram encontrados no local.

Segundo a PC, o fumo era embalado e vendido com embalagens falsas de algumas marcas, sem nota fiscal. Equipamentos utilizados para lacrar as embalagens também foram apreendidos.

O filho do proprietário do salão onde a mercadoria foi encontrada, foi detido e levado para a delegacia. Ele foi identificado como Marco Antônio de Souza Santos, 27 anos, e, segundo a PC, será indiciado por porte ilegal de arma de fogo.

Toda a mercadoria apreendida foi levada para a Central de Polícia Civil, no bairro do Baixão.