Foto: Ascom / PM-AL Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Durante essa segunda-feira (15) guarnições pertencentes ao 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) atuaram em uma ocorrência de receptação em São Sebastião e outra que apreendeu três armas de fogo em Craíbas. Todas as ocorrências resultaram em prisões. 

À tarde, no Sítio Canabrava, município de São Sebastião, Marcelo Augusto Porfirio dos Santos, 20 anos, foi preso. As guarnições se deslocaram até o município para averiguar uma denúncia de que, em um sítio, com um homem conhecido como Marcelo, estava em posse de uma arma de fogo e uma moto roubada. 

No local, com a autorização do proprietário do imóvel, foi realizada a verificação no imóvel, onde nada de ilícito foi encontrado. Porém, nos fundos da residência havia uma moto. Os militares realizaram a consulta da Honda 150 Titan, placa NLZ 0192 e foi constatado que o veículo possuía queixa de roubo. Marcelo, junto com a moto, foi conduzido à Delegacia em Penedo para ser confeccionado o flagrante.

Durante o percurso, outra situação chamou atenção dos policiais: uma motocicleta pop de cor vermelha sem placa, estacionada próximo de um mercado. Feita a consulta pelo chassi, o sistema acusou queixa de roubo. O proprietário da moto identificada como Honda POP placa QLE 5604, não foi localizado, mas a motocicleta também foi encaminhada à delegacia em Penedo.

Armas e munições

 

Horas antes, no Sítio Jurubeba, em Craíbas as equipes RP 05 e RP 04 prenderam pai e filho, identificados como Vágner Medeiros da Silva, 34 anos, e José Madeiro da Silva, 68 anos, pelo crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido. A ocorrência resultou na apreensão de duas espingardas calibre 28, um revólver calibre 22, seis munições calibre 28 e uma de calibre 32 intactas, seis coldres e outras cápsulas de diversos calibres deflagradas.

O fato se deu quando guarnição RP 05 seguia em rondas no centro da cidade de Craíbas e foi informada por um popular que no Sítio Jurubeba, em uma residência, estaria acontecendo um caso de violência doméstica com emprego de arma de fogo.

Com o apoio da RP 04, os militares se deslocaram até a zona rural do município e chegando ao povoado, os agentes constataram que não se tratava de violência doméstica, mesmo assim solicitou ao morador a realização de uma revista no interior da residência. Mediante autorização, em um dos cômodos da casa, os militares encontraram uma espingarda calibre 28.

O pai de Vágner, morador da casa ao lado, aparentava bastante nervosismo levantando suspeitas. Os agentes então solicitaram autorização para entrar no imóvel. Ao realizar a busca domiciliar foi encontrado outra espingarda calibre 28 e um revólver calibre 22 e várias munições deflagradas e intactas, além de seis coldres (espécie de estojo utilizado para acondicionar arma de fogo).

Diante do fato, os dois suspeitos, juntamente com o material apreendido, foram encaminhados à Central de Polícia Civil no bairro Baixão em Arapiraca, e ambos foram autuados por Posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

*com Ascom / PM-AL