Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Deputado JHC

Ouvindo apelo dos trabalhadores, JHC não aceita toma lá, dá cá e vota Contra texto cruel da Previdência

O Deputado Federal JHC(PSB/AL), deu mais um exemplo de coerência, honestidade e defesa dos trabalhadores brasileiros, ao defender um texto mais coerente, que cortasse privilégios e que não fosse cruel com  os mais pobres e que mais contribuem com esse país, que são os trabalhadores que ganham entre um salário mínimo até R$ 5.939,45. 

No atual texto da reforma da previdência, 80% da economia prevista será feita justamene a partir do Regime Geral (INSS), exatamente onde está a camada mais pobre da população brasileira. Com relação aos privilégios, pouco  foi feito, um exemplo são  os atuais parlamentares, que mesmo com essa reforma da previência, podem continuar com sua previdência especial.

Até o úlitmo momento, JHC, que entende e se posicionou sobre a nececssidade de haver Reforma, mas de forma sensata e igualitária, lutou e apresentou melhorias ao texto da Reforma, 
para que os mais pobres não fossem abusivamente os mais prejudicados. Exemplo disso, foi a luta do Deputado pela retira dos Professores do atual texto aprovado na Câmara.


JHC tinha um indicativo partidário, mas estava disposto a votar contra, se a câmara tivesse acatado às suas e outras propostas para a melhoria do texto, o que infelizmente não ocorreu,vindo a forçar o deputado a votar contrário ao texto para não prejudicar os trabalhadores alagoanos.


Nos corredores da câmara, comentou-se que JHC teria sido totalmente contrário a política do toma lá, dá cá, que estaria ocorrendo na Câmara, com relação às emendas parlamentares, de acordo  com circulações da grande mídia. E ao optar por votar contrário ao texto da reforma, optando por defender os trabalhadores, teria aberto mão, também, de diversos cargos federais e Emendas Parlamentares.


Só o tempo e a história mostrará onde o Deputado acertou e onde foi justo e coerente com os trabalhadores.