Divulgação - MPE/AL Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Quadrilha acusada de venda clandestina de Iphone é presa em operação do MP

Mais dois suspeitos de participarem do esquema de vendas clandestinas de Iphones, em Maceió, se entregaram na manhã desta quarta-feira (10), na sede do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal (Gaesf), no Ministério Público Estadual (MPE), no bairro do Poço.

De acordo com informações da assessoria de Comunicação do MP, os empresários e irmãos, Hugo Acioly e Igor Acioly, que estavam foragidos, são responsáveis por duas lojas - localizadas na parte baixa da capital - que comercializavam aparelhos telefônicos sem nota fiscal. Igor ajudava o irmão na venda e entrega dos equipamentos.

A assessoria de Comunicação informou ainda que Hugo e Igor Acioly foram encaminhados para exames no Instituto Médico Legal (IML) e ainda nesta tarde devem ser levados ao Sistema Prisional.

Ainda conforme a assessoria, seguem foragidos Daiane Martins e Amerison Souza.

De acordo com o coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal (Gaesf), do Ministério Público Estadual (MPE-AL), Cyro Blatter, uma nova fase da operação será iniciada e o Gaesf também irá investigar se houve alguma facilitação para a entrada desses aparelhos e comercialização na internet com preços fora do comum. 

Outros crimes como, corrupção de agente público, lavagem de dinheiro e falsidades serão investigados.