Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Após investigação da Polícia Civil de Alagoas, seis integrantes de uma organização criminosa interestadual de arrombamento de caixas eletrônicos foram presos em uma operação deflagrada na manhã desta sexta-feira (05), em Fortaleza.

De acordo com o delegado Cayo Rodrigues, da seção especializada de roubo a bancos da DEIC, o grupo foi o responsável pelo arrombamento de caixa eletrônico dentro da prefeitura de Arapiraca, ocorrido no dia 07 de abril deste ano. Durante o assalto, acusados  renderam e amarraram os quatro vigilantes do prédio público para, com o uso de maçarico, violar os terminais de autoatendimento e subtrair o dinheiro armazenado.

Os criminosos, na passagem por Alagoas, usaram nomes falsos e se hospedaram em área nobre da capital alagoana, numa tentativa de não deixar rastros. Mas quatro pessoas foram identificadas e tiveram suas prisões decretadas pela 17a Vara Criminal de Alagoas.

Houve intercâmbio de informações com a Delegacia de Roubos e Furtos do Ceará, que passou a monitorar o grupo, que foi flagrado tentando arrombar um caixa eletrônico em supermercado em Fortaleza.

A operação resultou na prisão de seis pessoas no Ceará e uma em Alagoas. José Airton Cabral Lima Neto (responde a ao menos sete processos no Ceará), Wallax de Sena Amador (respondeu a processo por tentativa de homicídio no Pará), André Luiz de Assunção Gomes (oito mandados de prisão em aberto em cinco Estados) e Edson Nunes Souza (foragido do sistema penitenciário do Pará) portavam documentos falsos, mas tiveram a verdadeira identidade revelada.

Além deles, foi preso também Jefferson da Costa Oliveira, Gilmara Diniz Pastana e Ane Rose dos Santos Rocha.  Algumas prisões foram realizadas anteriormente, mas foram mantidas em sigilo para não prejudicar as investigações.

Os presos vão responder pelos delitos de organização criminosa e roubo majorado.