Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Vídeo mostra prisão dos suspeitos e ida ao local onde o corpo foi encontrado.

A Polícia divulgou, nesta quarta-feira (3), um vídeo da ação policial que resultou na prisão dos acusados de assassinar o motorista de aplicativo Rayniere Torres, cujo corpo foi encontrado, nesta terça-feira (2), em um canavial no Conjunto Village Campestre, nas proximidades do Conjunto Jardim Royal, parte alta de Maceió. As imagens foram postadas pelo delegado da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), Fábio Costa, em suas redes sociais.

O vídeo mostra desde o momento em que os agentes chegam nas residências dos acusados até a ida ao local onde o corpo foi encontrado. O delegado também explica toda a ação policial executada na operação.

O motorista de aplicativo Rayniere Torres Bianchi, 35 anos, estava desaparecido desde o dia 27 de junho. Ele foi encontrado morto em um canavial, na parte alta de Maceió, com marcas de enforcamento.

Segundo informações policiais, o motorista foi morto pelo namorado de uma passageira, com quem ele, supostamente, mantinha um relacionamento amoroso. A menor, de 17 anos, já havia realizado três corridas com a vítima e no dia do dia 27 de junho teria chamado Rayniere para levá-la ao Eustáquio Gomes, onde ele foi assassinado.

Rayniere Bianchi foi enforcado com uma corda. Os acusados do crime, Everton Nascimento, de 19 anos; Luan Victor, também de 19 anos, e Washington Roberto, de 21 anos, foram presos e levados para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde permanecem à disposição da Justiça.

Veja o vídeo: 

 

 

*Estagiária sob supervisão da editoria