Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Os microempreendedores foram divididos por produtos. Há diversas categorias, mas o grande forte são os alimentos e bebidas, além dos artesanatos manuais. Nos alimentos, foram cadastrados acarajés, churros, salgados, crustáceos, queijos, entre outros. Já nas bebidas, drinques e bebidas enlatadas, assim como água de coco, picolé, sorvete e etc. Tatuagens e passeios de barco também fazem parte dos serviços oferecidos.

O presidente da Associação dos Ambulantes da Praia do Francês, José Ilson, falou da satisfação da categoria em poder agora ter um trabalho ordenado e mais digno. Além disso, ele agradeceu ao prefeito Cacau pela iniciativa.

“A satisfação dos ambulantes está cem por cento. Isso é por organizar e poder trabalhar em uma praia ordenada. Antigamente não tinha essa organização, e nunca um prefeito ou uma gestão apoio os ambulantes. É por isso que o Francês se tornou uma praia forte. E hoje estamos juntos para que todos possam ganhar, tanto quem vende, quanto quem visita: os turistas”, afirmou.

Emocionado, o prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau, afirmou que o feito foi a realização de um sonho e pediu para que a categoria acredite no projeto e na mudança de vida de cada um. Além disso, o prefeito falou do seu compromisso com o povo deodorense e reafirmou sua promessa de dar mais dignidade a cidade.

“Se cada um de vocês acreditar e confiar, então realmente teremos uma melhora na vida. Muitos passaram, prometeram, enganaram e prenderam mercadorias sem dar condições para que vocês possam trabalhar com dignidade e a chance de regularizar. Para chegarmos a esse dia, nós trabalhamos. Quando começamos, muitos de vocês não acreditavam, mas quem me conhece sabe que eu sou persistente porque o que eu prometo eu cumpro. É assim que se resolve, que se trabalha”, afirmou.

Durante a reunião, o prefeito Cacau apresentou o plano de Ordenamento de Orla e tirou dúvidas de todas os ambulantes presentes.