Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Alagoas (Sindjornal) e empresas de comunicação participarão de uma audiência nesta quinta-feira (27), no Ministério Público do Trabalho (MPT) que irá intermediar uma negociação, diante do impasse na definição de um acordo salarial para os trabalhadores.

Os profissionais estão no seu terceiro dia de greve com mobilizações diárias em frente às empresas – TV Gazeta, TV Pajuçara e TV Ponta Verde – que fizeram a proposta de reduzir em 40% o piso salarial da categoria.

Durante a audiência, os profissionais estarão mobilizados em um grande ato em frente a TV Ponta Verde, no bairro do Jacintinho. No MPT, a mediação será conduzida pelo procurador-chefe Rafael Gazzaneo e integra o Núcleo de Autocomposição do MPT, criado em maio deste ano para trazer mais rapidez e resultados qualitativos na resolução de conflitos.

Ontem, os jornalistas realizaram uma assembleia para definir algumas estratégias da paralisação e conversar sobre a audiência de hoje.

Sem informação de qualidade

Com a greve dos jornalistas, as empresas de comunicação de Alagoas precisaram arrumar “um jeitinho” para continuar com a programação normal.

A Tv Gazeta, afiliada à Rede Globo e do senador Fernando Collor, substituiu a âncora do AL TV 2ª edição, reprisou a entrevista da previsão do tempo da manhã, colocou matérias da semana passada e mostrou imagens de Caruaru, Pernambuco e Palmas, Tocantins.