Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Sorria, Maceió! Hoje é um dia de alegria!

Nossos iluminados vereadores finalmente atenderam ao nosso desejo de ver mais políticos usufruindo de altos salários, verbas indenizatórias, cargos comissionados e outros privilégios! O que mais poderíamos desejar, não é mesmo?

Como assim? Você não concorda? Pois é, eu também não.

A discussão a respeito do tema começou ainda no ano passado, mas foi suspensa após o Movimento Brasil, do qual sou um dos líderes, solicitar ao Ministério Público Estadual que acompanhasse o caso.

O assunto voltou ao Plenário apenas no último dia 13, quando foi aprovado em primeira votação e ontem, mesmo com a presença de Movimentos que lutam contra a extorsão estatal contra os seus cidadãos, o fato foi consumado. Estiveram presentes o Movimento Brasil, Livres e o Instituto Conservador de Alagoas.

Entre as argumentações mais criativas dos defensores da aberração, estava a que o aumento não representaria um aumento de despesa. Ora, qualquer pessoa apta a somar dois mais dois sabe que toda conta nova a ser paga, é uma nova despesa.

Se por acaso existia uma folga no duodécimo, que ele fosse devolvido ao Executivo para aplicação em benefício direto da população. Enquanto nossos vereadores preocupam-se com seus futuros mandatos, os maceioenses continuam sofrendo sem creches, sem acesso a um sistema de saúde digno e, ainda pior, com a população de três bairros na iminência de uma tragédia anunciada.

Houve ainda quem defendesse o aumento do número de 21 para 25 vereadores com o argumento que tal medida viria atender ao anseio da população, que se sentiria sub-representada na Casa, por conta do “baixo número” de edis.

Ainda no ano passado, o Movimento Brasil solicitou a realização de uma Audiência Pública para que a população fosse de fato ouvida sobre o tema. Naturalmente que a solicitação não foi atendida. Para quê saber o que o povo pensa, quando temos representantes “tão bem sintonizados” com a necessidade da população, não é?!

Aumentar a quantidade de vereadores pode não ser ilegal, mas é IMORAL!

Se os nossos vereadores estivessem realmente preocupados com a tal sub-representatividade, poderiam começar a mudar esse cenário, por exemplo, comparecendo às sessões plenárias. Convido você, leitor, a assistir às transmissões ao vivo realizadas via facebook na página da Câmara Municipal de Maceió e ver quantos deles se fazem presentes, regularmente. As transmissões ocorrem às terças, quartas e quintas, a partir das 15 horas.

O malabarismo argumentativo para justificar o receio de ficar de fora no próximo pleito desconsidera que o brasileiro acordou para o debate político e não abrirá mão de participar ativamente do processo de reconstrução de nosso país.

E, por fim, para fazer justiça aos vereadores que não referendaram esse absurdo, registro que os vereadores Ana Hora, Francisco Sales, Ronaldo Luz e Galba Neto, foram as únicas vozes contrárias à mais essa conta que seremos obrigados a pagar.

Facebook: www.fb.com/tocomleonardo

Instagram: www.instagram.com/tocomleonardo

Twitter: www.twitter.com/tocomleonardo