Foto: Cortesia ao CM Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Dona Jozete, de 69 anos, moradora do Pilar

A época junina é bem recebida pelos moradores do Nordeste (região que mais se comemora os festejos juninos). No estado de Alagoas, a situação não é diferente. Os festejos perpassam gerações e as famílias mantêm viva a tradição em meio à era da contemporaneidade. Fogueira, comidas típicas, forró e alegria são os itens necessários para uma boa festa na casa de alguns alagoanos.

Seja no interior do estado ou na capital, algumas famílias não apagaram essa tradição de comemorar o São João e mostraram que a cultura está mais viva do que nunca.

É em Pilar, interior de Alagoas, que dona Jozete dos Santos, de 69 anos, prepara a festa para a família com muito amor e dedicação. Segundo ela, há 40 anos ela mantém a tradição já que é devota de “todos os santos”.

“Meu pai que fazia fogueira e eu acompanhava desde pequena. Continuei a tradição já que é uma festa de muita alegria para reunir os amigos e a família”, contou dona Jozete.

Na casa dela não falta animação e mesa farta: bolo de milho, amendoim, canjica e milho estão entre as opções. Ela também disse que além da comida tem um "bom forró para dançar". Dona Jozete explicou que as festas são importantes para as pessoas do Nordeste. “Comemoramos o mês de junho com amigos e familiares fortalecendo a tradição e acendendo a fogueira juntos”.

Foto: Cortesia ao CM

Na capital, a família da alagoana Larissa Barros, de 26 anos, se reúne na casa dela, no bairro da Serraria. Tudo começou com o avô de Larissa que juntava a família para comemorar.

“Meu avô sempre gostou muito e então a gente sempre se reunia na casa dele, mas ele faleceu e começamos a fazer a festa lá em casa. Até hoje mantemos a tradição”, comentou Larissa.

Para Larissa, a festa é característica do Nordeste e é sempre bom reunir as pessoas para festejar o dia de São João. Na casa dela tem até quadrilha.

Foto: Cortesia ao CM

“Geralmente é sempre a mesma dinâmica. Cada família traz um prato típico + bebida, ficamos escutando som, às vezes fazemos quadrilha”, explicou Barros.

Festa na cidade

Com o tema “De Mestre Zinho a Zé Mocó Forró Bom é em Maceió”, a Prefeitura de Maceió preparou uma festa junina animada. Ao todo, serão 10 dias com shows de atrações nacionais e locais, e concursos de danças típicas.

A Prefeitura espalhou vários polos pelos bairros, um arraial central e trios pé de serra. Entre os artistas que foram convidados para animar os festejos juninos estão: Elba Ramalho, Batista Lima, Alcymar Monteiro, Forró do Muído, Flávio José, Eliane e Noda de Caju.

Nesta segunda-feira (24) haverá show do cantor Alcymar Monteiro + atrações locais; no dia 28 é a vez de Flávio José e atrações locais; e por fim, no dia 29, o cantor Batista Lima, a cantora Eliane e as bandas locais vão animar o bairro do Jaraguá, na capital.