Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Senador Rodrigo Cunha

Após votar contra o decreto de armas do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o senador alagoano Rodrigo Cunha (PSDB) recebeu várias mensagens nas redes sociais de eleitores que se dizem “inconformados” de Rodrigo ter sido contra o decreto.

Um dos eleitores escreveu: “Pegou carona nos eleitores do Bolsonaro e agora vota contra o que a maioria dos eleitores apoia. Você é uma vergonha”.

O senador respondeu: “Não precisei usar candidato algum para me eleger. Fiz minha campanha independente e minhas ações sempre foram pautadas na transparência e em aquilo que acredito ser correto”.

Outra internauta escreveu: “Que vergonha senador... que voto perdido. Foi esse meu deus que dei, mas não se preocupe porque esse será o seu primeiro e último mandato, quando eu penso que Alagoas está se livrando dos políticos ruins que só pensam neles próprios, aí vem você e me confirma que continua tudo igual”.

Rodrigo respondeu a internauta afirmando que “é contra a flexibilização do porte de armas porque não acredita que seja armado as pessoas que a vai diminuir a violência instalada, mas que respeita quem pensa diferente”.