Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Fátima Canuto é a propositora da sessão

Uma sessão especial para debater os maus-tratos e a violência contra a pessoa idosa será realizada nessa sexta-feira (14), às 9h, na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE). A propositora da sessão, a deputada estadual Fátima Canuto (PRTB) vai levar para a sessão o tema: “Respeito à pessoa idosa: onde há cuidado não há violência”.

Segundo explicou a propositora, as questões relativas a maus-tratos e violência contra a pessoa idosa constituem temas de relevância e, portanto, necessitam ser discutidas com toda a sociedade.

“O número de pessoas idosas está crescendo vertiginosamente nos últimos anos e, talvez, na mesma proporção a ocorrência de maus-tratos e violência contra esta população”, ressaltou a parlamentar.

Ainda segundo Fátima, em relação à violência e maus-tratos, os idosos são uma parcela da população que apresenta riscos em função de sua maior fragilidade e dependência, imposta pelas limitações física, cognitiva e social.

 “As questões culturais também podem contribuir para que haja violência, em especial no ambiente doméstico, no qual o idoso é desvalorizado, considerado um peso, visto como uma pessoa inútil”, explicou Canuto.

Fátima também enfatizou que a violência contra a pessoa idosa ocorre de vários modos e em diferentes espaços, entre eles o ambiente doméstico. Estudos explicam que os abusos e negligência no interior do espaço domiciliar ocorrem em grande número. "Tais conflitos  parecem estar associados à presença de diversas gerações, problemas de espaço físico e dificuldades financeiras", disse a deputada.

“Além disso, costumam se somar a um imaginário social que considera a velhice como decadência. A negligência pode ser entendida como recusa, omissão ou fracasso, por parte do responsável pela pessoa idosa”, finalizou Canuto.