Foto: Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Delegacia de Jacuípe

Infestação de escorpiões e cobras na Delegacia da cidade de Jacuípe. Essa foi a situação que o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) Ricardo Nazário que denunciou a situação em junho de 2018. Além disso, o Sindpol encontrou paredes com infiltrações e rachaduras, fiação exposta, acúmulo de materiais de apreensão e ambiente de trabalho insalubre.

 

Devido à essa denúncia, o juiz determinou a interdição da delegacia, e a não utilização do prédio pelos policiais e para a custódia de preso, devendo o Estado providenciar no prazo de 10 dias outro imóvel para funcionar como sede da delegacia de polícia. O magistrado proibiu também a custódia de presos em flagrante ou por determinação judicial, enquanto o Estado não apresentar solução de reforma, construção, aquisição ou locação de imóvel para funcionamento a contento de uma delegacia de polícia.

 

O magistrado ordenou a imediata retirada de todos os veículos apreendidos nas dependências e adjacências da delegacia e arbitra multa diária de R$ 10.000,00, além da responsabilidade civil, criminal e por improbidade administrativa dos agentes públicos envolvidos.

 

O presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, informou que as decisões judiciais de interdição de delegacias, que exigem reformas, construções ou locação de novo prédio, mostram que a nova gestão do Sindpol está no caminho certo, buscando a melhoria das condições de trabalho dos policiais civis alagoanos.

*com Assessoria