Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Branquinha

Agentes da Polícia Civil prenderam na noite desta quinta-feira (6), João Simões dos Santos, 59 anos, acusado de estupro de vulnerável. A vítima foi uma adolescente que tem hoje 14 anos de idade, mas que vinha sendo abusada sexualmente desde os 12.

Segundo informações dos policiais, foi constatado após investigações que a adolescente é neta da companheira de João Simões, que vivia com ele e a avó quando os abusos ocorreram. Diante dos crimes, a menor chegou a ser colocada em uma casa de acolhimento.

“A garota relatou os atos libidinosos que sofreu, o que levou com que a juíza Emanuela Porangaba decretasse a prisão do acusado. Ao ser preso, ele negou o fato alegando que considerava a garota sua neta e que jamais faria algo contra ela”, afirmou o delegado de Branquinha, Sidney Tenório.

De acordo com o delegado, o alto índice de estupro de vulnerável que vem ocorrendo na cidade de branquinha, localizada na Zona da Mata do estado, é algo que tem chamado atenção. “São muitos os inquéritos que apuram esse tipo de crime. Infelizmente os autores são parentes, como pai, padrastos e até avôs. Pessoas que deviam proteger”, lamentou.

Conforme foi passado pelos policiais, João Simões dos Santos está recolhido na carceragem do Cisp de Murici, enquanto a adolescente está sendo acompanhada pelos profissionais da casa de acolhimento. “Vamos seguir prendendo os responsáveis por este tipo de crime, até para que sirva de exemplo para quem pensa em abusar sexualmente de crianças e adolescentes na região”, concluiu o delegado.

*com Ascom/PC