Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A Portobello Shop Maceió reinaugurou sua nova loja na Jatiúca, na noite da última quarta-feira (22), num evento que reuniu clientes, empresários, arquitetos, engenheiros e demais personalidades da sociedade alagoana. Diretores do grupo Portobello, incluindo o presidente César Gomes Júnior, também vieram a Maceió para a reabertura da loja de 700 m² instalada na Avenida Álvaro Calheiros e que completa 20 anos.

O presidente do grupo Portobello disse que o investimento feito pelos franqueados Fábio Farias e Andréa Farias reforça a tendência que, mesmo com alguns momentos difíceis do Brasil, a marca Portobello Shop está em constante crescimento.

“É uma satisfação imensa estar aqui [em Maceió] depois de 20 anos de trabalho. Esta loja, por si só, evidencia o espírito empreendedor, a dinâmica deste casal [Fábio Farias e Andréa Farias]. Mesmo com alguns momentos difíceis do Brasil, estamos investindo, estamos crescendo. A gente sente que o sucesso da Portobello advém dessa parceria, com os arquitetos, engenheiros, franqueados”, destaca César Gomes Júnior. “Nós, da Portobello, nos sentimos hoje muito alagoanos com o investimento feito na loja da Portobello Shop”, completa.

César Gomes também destaca que um investimento como o que foi feito pelos franqueados de Maceió ‘tem a participação de muitos atores, de arquitetos, construtores, que acabaram construindo uma das lojas da Portobello mais lindas do Brasil’. “Se Deus quiser, vamos comemorar ainda mais 20 anos de parceria pela frente”, diz.

Paixão pelo que faz

Já o empresário Fábio Farias revela que a ideia de abrir uma loja franqueada da Portobello Shop em Maceió nasceu fruto de uma paixão. “Quero contar uma breve história nossa com a Portobello. Há exatamente 20 anos, nós éramos construtores e tínhamos muita dificuldade na hora de definir com os arquitetos um padrão de acabamento e revestimentos cerâmicos. E a Deinha [Andréa Farias] sempre teve uma vontade muito grande de abrir uma loja especializada no assunto porque a dificuldade realmente era grande na escolha dos produtos. E ela sempre foi apaixonada pela Portobello”, conta.

Ele relembra a peregrinação que o casal iniciou, em 1998, para buscar algo parecido com a Portobello no mercado. “Encontramos uma boutique no Rio de Janeiro, uma boutique no Espírito Santo, e não tinha mais nada em relação ao que queríamos. Fomos na Portobello do Recife, na gerência regional, sempre conversando com o Miranda, que já não aguentava mais a gente falando sobre abrir uma loja com produtos da Portobello, e teve uma hora que ele falou assim: ‘façam uma cartinha para a Portobello e a diretoria recebe vocês lá [em Tijucas/SC]. E assim fizemos”, conta.

Fábio Farias diz que telefonou para a Portobello ‘porque a Deinha não queria saber de outra marca, de outro produto’. “Então apresentamos o nosso projeto. E a Portobello nos apresentou a ideia da Portobello Shop. Ocorreu então uma confluência de ideias. A Portobello tinha em mente avançar só até o Sudeste, mas depois de muita conversa, muita negociação, a empresa decidiu aceitar a nossa proposta e nos ajudou a abrir a loja em Maceió. E foi assim que quebramos esse paradigma. Fomos a primeira loja da marca no Nordeste. Nesses últimos 20 anos, nós tivemos momentos muito felizes. Primeiro veio a loja de Maceió. Depois abrimos a unidade de Vitória, no Espírito Santo, depois assumimos a franquia no Recife e Caruaru”, revela.

Para ele, falar da Portobello é sempre gratificante. “É uma empresa que tem respeito pelo cliente, uma credibilidade enorme no mercado, uma empresa ética, honesta, séria, e tudo isso contribuiu muito para que essa parceria funcionasse tão bem até hoje. A Portobello também nos deu um presente, um presente para Alagoas, ao trazer uma segunda planta industrial para o município de Marechal Deodoro”, destaca Farias.

“Os vários ambientes da loja foram criados para proporcionar ao cliente uma maior visibilidade do produto. Assim a Portobello entende que o novo projeto da loja irá possibilitar volume maior de vendas, tornando a compra mais personalizada. Os recursos tecnológicos presentes na loja facilitam a escolha do produto ideal para cada projeto”, explica Andréa Farias.

Os recursos tecnológicos citados por ela estão concentrados na Touch TV, onde o cliente pode visualizar o portfólio exclusivo da loja por meio da experiência de realidade virtual. A televisão touch promove uma verdadeira imersão no portfólio exclusivo da Portobello Shop. E, para provar que inovação é o que move a companhia, há também as estações de Realidade Virtual, que permitem a cada cliente a experiência sensorial dos projetos e produtos. Além disso, a empresa disponibiliza o aplicativo Portobello, que lê o QR Code de cada revestimento, e apresenta fotos, inclusive ambientadas, e todas as informações técnicas que ajudam a escolher o mais indicado para cada uso.

“A linha abrangente de produtos da Portobello Shop sempre é bem aceita pelo mercado alagoano. A constante pesquisa desenvolvida pela fábrica é um diferencial para todos os clientes. Os porcelanatos em grandes formatos são os high lights da loja no momento”, revela Andréa Farias, ao reforçar que o investimento maior na reestruturação da loja “são os 20 anos de parceria entre os franqueados de Alagoas com a indústria Portobello”.

Convidados destacam nova roupagem da loja

Um dos convidados para a reinauguração da Portobello Shop Maceió, o presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi/AL), Jubson Uchôa, classificou o local como ‘um empreendimento belíssimo, da altura da Portobello’. “O Fábio Farias e sua esposa, Andréa Farias, tem feito um trabalho maravilhoso ao difundir a marca aqui no mercado. Ele faz questão de procurar os construtores pessoalmente. É um produto excepcional, e agora não tenho dúvidas de que, com a retomada do crescimento do setor imobiliário no País, ele vai vender muito mais”, prevê.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA), José Carlos Lyra de Andrade, lembra que também esteve na inauguração da unidade da Portobello Shop no Recife (PE), onde, segundo ele, ‘foi um espetáculo’. “E aqui em Maceió, mais uma vez, Fábio Farias mostra a sua capacidade empresarial e sua crença na construção civil do estado de Alagoas, erguendo uma loja desse porte para atender os nossos construtores.

O conselheiro federal e diretor do Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (Cofeci), Vilmar Pinto, destaca o espírito empreendedor de Fábio Farias. “Ele é um guerreiro, um lutador. Eu o conheço há mais de 30 anos, e é um cara que sempre fez o Estado desenvolver. Uma loja dessa pra gente, alagoano, é um marco principalmente porque foi o empresário que trouxe a Portobello para Alagoas. Isso faz com que ele se torne referência da Portobello aqui dentro [de Alagoas]. Essa loja veio exatamente para premiar o trabalho do Fábio. Um trabalho de decência, de honestidade, de caráter, e isso é muito importante” destaca.

O empresário e hoteleiro Mauro Vasconcelos foi mais além. Viu na nova loja mais do que um lugar de compras. “Uma loja muito bonita, um empreendimento maravilhoso. Um local que só em a pessoa vir, mesmo que não faça compras, já é uma coisa agradável, passear, olhar os produtos e saber o que existe. Muitas vezes a pessoa nem imagina que existem produtos tão bons aqui, pertinho. A pessoa acha que só vai encontrar em outro estado. Então vale a pena vir a loja, mesmo que seja só para passear”diz.

Homenagens

Durante o evento de reinauguração da Portobello Shop Maceió, alguns profissionais foram homenageados, como a arquiteta Humberta Farias, o arquiteto Jadson Amorim, a cliente Sheila Maluf, que foi a primeira cliente da loja, há 20 anos, além da diretoria do grupo Portobello, César Gomes Júnior (presidente) e Mauro do Valle (vice-presidente).

Exposição

Marcada pela contemporaneidade, a Portobello mantém sua linguagem antenada à tecnologia, mas propõe-se a observar novos comportamentos, pesquisas autorais, experiências compartilhadas e colaborações criativas, revelando uma atitude de inovação aberta. Neste sentido, a Exposição Contemporaneidade, que foi aberta na reinauguração da loja franqueada, reafirma esse olhar quando reconhece na arte doze artistas que pautam sua produção na pesquisa, no fazer e no pensamento universal consciente.

“Eles aqui representam o que se tem a dizer sobre ‘o ser contemporâneo’. Acentuando diferenças e semelhanças, revelando regionalidades e poliglotismos de meios e discursos, bem como configurando diferentes e/ou opostas naturezas semânticas e técnicas”, afirma o curador da exposição, Henrique Gomes. A arte popular alagoana também está contemplada por toda a nova loja.

Fazem parte da Exposição Contemporaneidade os artistas Rogério Gomes, Patrícia Melro, Vera Gamma, Bárbara Lessa, Reinaldo Lessa, Thiago Sobral, Diego Barros, João Lamenha, Hilda Moura, Tatiana Amaral, Gianluca Guglielmi e Suel. Os trabalhos deles ficam expostos por 90 dias na loja, com rotatividade das obras para manter a dinâmica da exposição.