Foto: Secom-Maceió Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Renan Filho e Rui Palmeira

A pesquisa realizada pelo Ibrape, entre os dias 18 e 19 deste mês, entrevistou 5mil pessoas com 16 anos ou mais em cerca de 90% dos bairros de Maceió. A margem de confiança é de 95% e a margem de erro máxima é de 3,0 pontos percentuais para mais ou para menos.

Um quesito estratégico para a eleição municipal de 2020 é a visão que o eleitor tem dos governos federal, estadual e municipal.

O percentual de aprovação ou desaprovação dessas gestões pode mostrar, hoje, parte importante do grau de influência que o presidente Jair Bolsonaro, o governador Renan Filho e o prefeito Rui Palmeira devem desempenhar na disputa.

Convém lembrar, entretanto, que Renan Filho, reeleito, recém saiu de uma campanha eleitoral e também por esse motivo aparece muito bem avaliado. Exatamente o contrário ocorre com Jair Bolsonaro, embora tenha participado da eleição do ano passado e está inicando o seu primeiro mandato.

Por outro lado, Rui Palmeira, próximo do fim do seu segundo mandato como prefeito de Maceió, mantém números bem interessantes nos quesitos sobre se o entrevistado aprova ou desaprova a administração.

Leia abaixo os números e tire as suas conclusões:

Jair Bolsonaro - 7% disseram que o governo Bolsonaro, até o momento, está ótimo; bom, 28%; regular 23%; ruim 18%; péssimo 21%; não sabe 3%.

45% dos entrevistados aprovam a forma como Bolsonaro governa o Brasil. A desaprovação atinge 51% e 4% não sabe ou não opinou.

Renan Filho – Perguntados como está o governo Renan Filho, até o momento, 14% consideram ótimo; 49% bom; regular 22%; ruim e péssimo, 6%; 3% não sabem.

76% aprovam a maneira como Renan Filho governa e 20% desaprovam. 4% não sabe/não opinou.

Rui Palmeira – 9% consideram ótima a administração do prefeito; bom 29% e regular 25%; ruim 17% e péssimo 18%. Não sabe 2%.

Quando a maneira como Rui vem administrando Maceió, 49% aprovam, 47% desaprovam e 4% não sabe/não opinou.