Foto: Secom Maceió Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Rui Palmeira e Renan Filho

As peças do tabuleiro para as eleições municipais de 2020 estão em constante movimento. Rei, Rainha, Cavalo, Torres, Bispos e Peões ainda não estão oficialmente definidos, mas a corrida começou “já faz tempo”.

Exatamente por isso um grupo de políticos encomendou a Francivaldo Diniz, diretor-presidente do Ibrape - Instituto de Brasileiro de Pesquisa, uma profunda pesquisa em Maceió. 5 mil pessoas estão sendo entrevistadas e o resultado será apresentado nesta quarta (22).

Estrategicamente os dados coletados vão possibilitar entender o que o maceioense acha do governo do Estado e da prefeitura de Maceió. Ou seja, a avaliação sobre a administração dos dois adversários que comandam as maiores estruturas no campo político e administrativo, o governador Renan Filho (MDB) e o prefeito Rui Palmeira (PSDB).

Nomes como o do vice-prefeito da capital, Marcelo Palmeira, além do deputado federal JHC, o deputado estadual Davi Davino e o de Alfredo Gaspar de Mendonça, procurador-geral de Justiça, entre outros, constam no levantamento.

A eleição municpal em Maceió será fundamental para os diversos grupos políticos já visando 2022. É que além da disputa para governador haverá uma vaga para o Senado. Há quem aposte, hoje, que Rui deverá concorrer ao governo ou ao Senado, e Renan será candidato também ao Senado. Os dois seriam os principais postulantes aos cargos.

O que também os diferencia, além da idade, neste momento dos demais possíveis adversários - o senador Fernando Collor e o ex-senador Benedito de Lira, por exemplo - é que tocam as suas gestões sem grandes crises e confrontos e ainda sem que enfrentem ou respondam a qualquer processo de corrupção em seus respectivos governos.

Portanto, até lá é preciso profissionalismo, racionalidade, paciência e conquista de adesões.

EM TEMPO: 1 - Não consegui descobrir qual grupo político - ou quais políticos -solicitaram ao Ibrape a pesquisa. Estou tão curioso quanto você, leitor.

2 - Atuais e possíveis postulantes ao cargo de vereador da capital também entram na pesquisa na disputa para a Câmara Municipal.