Foto: Arquivo Pessoal Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Amara Maria

Um caso feminicídio seguido de suicídio chocou os moradores do município de Maragogi, neste domingo (19), depois que um vigilante assassinou a mulher em via pública por não aceitar o fim do relacionamento.

Amara Maria não aceitava reatar o seu relacionamento com o Vigilante Clesivaldo Saturnino, que efetuou um disparo contra a ex-mulher e depois atirou em sua cabeça. Testemunhas relataram que a mulher estava voltando do trabalho, quando o ex-marido a abordou na rua, em Barra Grande.

A vítima estava morando em um outro local após a separação e tinha uma filha com Clesivaldo. Familiares contaram aos policiais que Amara já havia prestado queixa na Polícia por conta das agressões sofridas.

Os corpos foram recolhidos ao Instituto Médico Legal (IML).