Cláudio Bugareli Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Prefeito Rubens Ataíde pronto para agregar plano piloto em Alagoas

Mesmo diante de um quadro positivo, quanto ao sistema de esgoto sanitário, o município de São Miguel dos Milagres procurar avançar mais nesse quesito e servirá como piloto para um projeto revolucionário e futurístico, sendo escolhido para testar uma tecnologia, na verdade biotecnologia, para tratamentos de esgotos urbanos. O projeto piloto, aprovado pelo prefeito Rubens Ataíde, servirá de modelo para outros municípios do litoral alagoano que porventura queiram fazer uso dessa tecnologia.

A assessoria da Prefeitura afirma que São Miguel dos Milagres tem o mérito de ter suas praias, entre as mais famosas do Brasil, totalmente limpas de esgotos, já que os povoados estão distantes da orla e todas as pousadas à beira mar, desde 2010, quando foi aprovado o Plano Diretor, dispõe do próprio sistema de esgotamento sanitário.

´´Temos um município que está recebendo cada vez mais investimentos turísticos, com pousadas de charme e redes de hotéis que querem se instalar por aqui. O turismo procura não somente praias bonitas e pousadas chiques, mas um município organizado, com coleta de lixo e saneamento básico. Então vamos servir de piloto e testar essa tecnologia em uma rua da cidade para ver o resultado. Pelo que ouvi de relatos, o sistema realmente funciona!´´ Explicou o prefeito Rubens Ataíde.

A tecnologia desembarcou em Alagoas, através da Essencial; empresa criada para disponibilizar e implantar tecnologias de ponta no Brasil para tratamento de efluentes, de forma a garantir a sustentabilidade e a segurança das empresas e a BioGill, que é uma companhia de biotecnologia australiana, que combinou os poderes da ciência e da natureza para tratar água, em prol de um meio-ambiente mais saudável.

A companhia criou um eficaz sistema de tratamento biológico de efluentes, baseado na ação de microrganismos para consumir matéria-orgânica e nutrientes presentes. Assim como qualquer ser vivo, esses microrganismos necessitam de um habitat adequado para crescer. As “gills”, membranas nano-cerâmicas patenteadas, proporcionam uma incrível interface líquido-ar para que os microrganismos cresçam, se multipliquem e se perpetuem.