Reprodução/Internet Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true BNB

A Coluna Radar da Revista Veja publicou nesta terça-feira (30) nota sobre resposta do Ministério da Economia ao requerimento do deputado federal Marx Beltrão (PSD), com questionamentos sobre a suposta idéia de privatização do Banco do Nordeste do Brasil (BNB). 

O gabinete do parlamentar recebeu resposta ao documento protocolado no começo de março dirigido ao ministro Paulo Guedes, da Economia, em busca de informações sobre o possível processo de venda da instituição.

Na resposta, o Ministério da Economia nega que haja, ao menos no momento, planos para privatizar o BNB. “Não há no momento estudo ou nota técnica que suporte uma decisão de privatização do BNB. Qualquer decisão só será tomada após a prévia realização de estudos e de avaliação da política pública desempenhada pela estatal”, afirma o ofício de resposta ao requerimento de Marx Beltrão, assinado por Fernando Antonio Ribeiro Soares, Secretário de Governança das Estatais do Ministério.

A Coluna Radar da Revista Veja relembra que “o parlamentar nordestino questionou a pasta oficialmente sobre a possível desestatização do banco de fomento. Beltrão enviou requerimento em busca de explicações após circular nos bastidores do governo que o BNB seria privatizado ou extinto”. 

Em missão da Comissão de Turismo da Câmara em Portugal, Marx disse que “a resposta é tranqüilizadora, mas não parece conclusiva. Portanto, todos nós que defendemos o BNB e seu papel social precisamos ficar atentos e não permitir a venda desta instituição de fomento ao Nordeste.

A nota da Coluna Radar está no link https://veja.abril.com.br/blog/radar/ministerio-da-economi-nega-privatizacao-do-bnb/ .