Foto: Daniel Paulino/Cada Minuto Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Governador Renan Filho ao lado de Cecília Herrmann e Fábio Farias

O governador Renan Filho encerrou na manhã desta segunda-feira (22) as modificações nas secretarias com a posse da nova secretária de Ciência e Tecnologia, Cecília Herrmann e com a volta de Fábio Farias para o Gabinete Civil. Renan destacou que uma das entregas para este ano é do Polo de Tecnologia que vai oferecer novas oportunidades para o estado.

Para Renan, as mudanças no governo não representam “mudança de postura”, mas sim caminhar na mesma direção. O governador elogiou Fábio Farias e disse que o retorno de Farias para o governo agrega mais conhecimento.

“Ele retorna para que a gente possa no segundo mandato fazer um trabalho melhor que o primeiro. Esse foi o compromisso que eu e Fábio fizemos para trabalhar ainda mais”, destacou Renan.

Já sobre a nova secretária de Ciência e Tecnologia, Filho disse que Cecília vai acelerar o ritmo e chega ao Governo para levar densidade política e fazer um trabalho na área da ciência, tecnologia e inovação.

“Queremos uma secretaria mais próxima ao setor produtivo, a novas empresas de tecnologia, startups e Alagoas já se destaca nisso. A UFAL também tem feito um excelente trabalho nesse segmento”, finalizou.

Reforma da previdência

Durante a posse, o governador também criticou a reforma da previdência e disse que está acompanhando de perto. Renan voltou a dizer que a ‘reforma não pode tirar os direitos dos pobres’ e penalizar aqueles que sofrem.

“Algumas coisas precisam ser mudadas, o Brasil precisa fazer, mas não se pode fazer uma reforma  que retire privilégios. Se for pra tirar do mais pobre, não vai contar com meu apoio”, reforçou.

Renan também disse que esteve reunido com parlamentares da bancada alagoana em Brasília e disse que quando a reforma entrar no mérito, os deputados estarão preparados para um amplo debate.

*estagiário sob a supervisão da editoria