Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

"Eu não conheci minha mãe. Nunca vi o rosto dela. Não sei como era seu beijo, seu cheiro. Não conheci minha mãe ,porque ela está morta.Meu pai matou minha mãe."
É uma criança bonita, inquieta, desassossegado que  conta suas tragédias de um fôlego só. 
Agitado,  o menino enrola  sentimentos em  palavras incrédulas, e  a mulher que o acompanha não consegue contê-lo. Estamos em uma sala de espera de um consutório de psicologia para  infância.
Ele é uma crinça que faz terapia para manter a sanidade mental, expulsar as zonas sombrias.. É uma criança que perdeu a mãe e busca sentido nas coisas da vida.
O menino segue inconsolável pelos caminhos do mundo..
O pai do menino matou sua mãe.
Feminicidío!