FOTO: HELIANA GONÇALVES/TV GAZETA
Momento da prisão de Benício Vieira de Lima

Com a prisão de Benício Vieira de Lima, novas denúncias do crime de estupro chegaram às delegacias de Maceió. De acordo com a delegada Ana Luiza Nogueira, somente no Complexo de Delegacias Especializadas, onde o acusado foi ouvido, cinco jovens apresentaram a denúncia contra ele.

A delegada afirmou que nenhuma jovem fraquejou ao reconhecer Benício e fizeram relatos sobre os casos. “Esses reconhecimentos irão gerar outros inquéritos policiais e novas representações de prisão serão elaboradas para que essa pessoa permaneça muito tempo presa”, colocou Ana Luiza.

Leia mais: Após denúncias, assessor parlamentar é preso acusado de estupros em série em Maceió

Benício Vieira de Lima, que trabalhava como assessor parlamentar, é apontado pela polícia como “estuprador em série” e pode ter feito mais de 20 vítimas com idades entre 11 e 18 anos.  Apesar das acusações e provas apresentadas pela Polícia Civil, ele nega ter pratico os crimes.

A reportagem do CadaMinuto busca contato com a defesa de Benício. A Polícia Civil chegou até ele, depois que uma notificação foi expedida pela Secretaria de Saúde dando conta dos crimes de estupro com as mesmas características.

A delegada Adriana Gusmão, da Delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente, revelou que o acusado abordava as vítimas nos bairro de Jacintinho e Feitosa, e sob a mira de um revólver as obrigavam a entrar no veículo e seguia até o seu local de trabalho, na Avenida Rotary.