Foto: Ascom PC D34d7b4c 97aa 4ef8 b71c 8aca1e9b636e Local que o suspeito praticava os crimes

O caso do suspeito de estuprar 19 meninas chamou a atenção da sociedade alagoana e da Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (15). Benício Vieira de Lima, de 46 anos usava o mesmo modus operandi e abordava as vítimas dizendo que a filha estava em uma igreja e que ele não sabia como chegar ao local. Conforme a polícia, ele estuprava em média de três a quatro vítimas em cada série de ataques.

 

Segundo a Polícia Civil, Benício abordava as meninas nos bairros do Feitosa e Jacintinho, em Maceió, nas proximidades das casas das meninas e as levava para um escritório de um vereador por Maceió, localizado na Avenida Rotary.

 

Leia Mais: Câmara vai abrir inquérito administrativo para apurar uso de veículo em crimes de estupros

 

Ainda segundo a polícia, o suspeito realizava em média de três a quatro estupros, de vítimas diferentes, em cada série de ataques, inclusive contra crianças de 11 anos, o que caracteriza também crime de pedofilia.

 

Benício dizia que a filha estava na igreja e chorava para enganar as vítimas, que se compadeciam e entravam no carro. As que negavam, ele mostrava uma arma.

 

Conforme a polícia, após entrar no veículo – um Corolla Sedan, de cor prata -, na sua maioria, ele deitava a vítima no banco e cobria o rosto dela com um pano, e no percurso já começava os atos de violência sexual, bolinando as garotas.

Sempre que chegava à casa, pedia para alguém abrir o portão, levava para um quarto próximo à garagem e faziam sempre violência de sexo vaginal, anal e oral. Depois dos atos, levava as vítimas para próximo do local onde anteriormente realizara a abordagem.

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) realizaram ainda na manhã desta segunda-feira (15) uma perícia no escritório onde eram praticados os estupros, para o recolhimento de vestígios que possam incriminar o servidor da Câmara. Entre as provas, cabelos e outros objetos foram recolhidos. O material será analisado pelo IC.

A delegada Ana Luiza Nogueira informou ao Cada Minuto que Benício será ouvido na manhã de hoje nas delegacias da Criança e do Adolescente e na da Mulher.

*com Assessoria