C7d1ab74 0c50 4484 a92a c07cfb97730f

Com raízes no humor, Jordan Peele, ganhou destaque mundial com o terror "Corra!" (2017). O filme sobre o jovem negro que vai conhecer a família da namorada e se envolve numa rede de horror e manipulação foi indicado ao Oscar e recebeu diversos elogios por seu conteúdo social.
Dessa vez, Peele volta aos cinemas cercado de boas expectativas e retribui a altura.

"Nós" (2019) é uma grande crítica ao modo de vida da sociedade atual.
Na trama, uma família vai passar o final de semana na casa de praia onde anos antes a protagonista Adelaide Wilson (Lupita Nyong'o) viveu um trauma numa casa de espelhos em que viu uma versão sombria de si mesma.
Quando um grupo de pessoas extremamente semelhantes a sua família tenta entrar na residência,  Adelaide precisa proteger a todos enquanto busca compreender o que está acontecendo. 

Com uma interpretação sensacional de Lupita o filme tem ótimos momentos de horror em seu primeiro ato. As versões underground da família assusta e Peele mostra domínio em criar esse clima de tensão. Até então, Gabe (Winston Duke) funciona bem como alívio cômico e serve pra estabelecer intimidade do público com o ambiente familiar, mas o humor perde o "timing" no segundo ato do longa, quando a ação aumenta e a graça corta uma cena que deveria transmitir apreensão. 
O terço final amplifica a ameaça e explica conceitos. Nem todos os símbolos são explicados, mas dá pano pra manga para diversas interpretações. A conversa entre Adelaide e sua doppelgänger no início do filme pode ser bem reveladora. Sem dúvida é um filme para ser revisto. O longa ainda guarda um plot twist que confere coerência aos atos que poderiam ser vistos como incongruências de roteiro.

8.0

*Em cartaz nos cinemas 

*Instagram para contato: resenha100nota