Assessoria - SSP Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Operação da Deic - Arquivo

O último dos envolvidos na explosão do Banco do Brasil de Igreja Nova, em setembro de 2018 foi preso durante uma ação da Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC) e da Delegacia de Roubo a Banco, nesta segunda-feira (25), na cidade de Olho D´Águas das Flores, no sertão alagoano.

Maciel Guedes dos Santos, 38 anos, estava com um mandado de prisão expedido pela 17ª Vara Criminal em aberto e estava sendo procurado pela polícia.

De acordo com os delegados Fábio Costa e Cayo Rodrigues, ele seria um dos últimos envolvidos nesse crime ainda solto e confessa a prática do crime. Maciel já foi preso anteriormente por envolvimento a roubo de cargas.

Dando continuidade à ação, as equipes se dirigiram a um bar localizado em Santana do Ipanema onde Maciel estava bebendo anteriormente com amigos e outra pessoa foi presa durante a abordagem. O sergipano Clariston Costa Dantas, 37 anos, foi preso em flagrante portando uma pistola calibre 380. O acusado afirmou que já foi preso em Sergipe por roubo de gado.

Os suspeitos foram conduzidos à base da DEIC para a lavratura do devido procedimento legal e encaminhamento ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.