CadaMinuto - Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Adriano Argolo

O presidente do PT em Alagoas, Ricardo Barbosa, divulgou nota em apoio ao advogado Adriano Argolo,alvo de investigações da Polícia Federal (PF), cuja mandado de busca e apreensão foi cumprido em sua residência, na última quinta-feira (23), devido a supostas ameaças ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Barbosa afirmou que recebeu a notícia com “indignação e revolta” e o definiu o motivo como “grotesco”. Ele também citou as ameaças feitas a Suprema Corte feitas por um dos filhos do presidente, Jair Bolsonaro, e disse que é “aberrante” que nenhuma reação da Justiça ou da polícia foi tomada.

Em sua conta no Twitter, o deputado federal pelo PT, Paulão, postou sua solidariedade ao advogado alagoano.

O ex-juiz Marcelo Tadeu também manifestou apoio a Adriano Argolo e declarou: “Cansado de posturas pusilânimes!! A exposição de Adriano é mais pelo encolhimento dos outros do que de sua inquietação e indignação com a política e a justiça!! Precisamos de um exército de Adrianos!”

Leia a nota, na íntegra, do presidente do PT, Ricardo Barbosa:

"Foi com indignação e revolta (além de inquietante preocupação) que recebi a notícia de ter havido cumprimento de mandados de busca e apreensão em face do amigo e companheiro de jornadas de lutas Advogado Adriano Argolo pelo grotesco motivo de ser Adriano uma “ameaça ao STF”!

Grotesco sim! Aberrante até! Pois não vi a Justiça tampouco a Polícia esboçar sequer desconforto quando um membro da clã dos Bolsonaro ameaçou fechar o Supremo com um cabo e um soldado.

Onde vamos parar?

Nossa democracia adoeceu!

O Poder Judiciário e a Polícia Federal envenaram-se com o falso discurso da moralidade seletiva. Pena que acreditem que seremos apenas nós da esquerda os que morrerão envenenados.

Ao amigo e companheiro Adriano minha total solidariedade!

Estamos juntos nessa luta!