Foto: Reprodução - Vídeo: Cortesia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Homicídio em feira livre

O marchante Hítalo Roberto da Silva Galvão, de 26 anos, acusado de ter esfaqueado até a morte José Carlos dos Santos, de 38 anos, em uma feira livre, no domingo (03), no município de União dos Palmares, se apresentou voluntariamente à Delegacia Regional para confessar o crime nesta quinta-feira, dia 14.

Em entrevista à reportagem do CadaMinuto, o delegado Valter do Nascimento Rocha disse que Hítalo prestou depoimento na companhia de seu advogado e confessou ter assassinado José Carlos durante uma briga. “Ele se apresentou à polícia, foi qualificado e interrogado. Confessou a autoria do crime e deu a motivação do mesmo”, disse.

Segundo o delegado, durante o depoimento, Hítalo contou que trabalhava ao lado da vítima – que auxiliava uma dona de banca na feira –, quando eles começaram a discutir por conta do posicionamento de uma das bancas, pois o suspeito utilizava duas bancas na feira, sendo uma para vender os produtos e outra que ficava por trás dele, utilizada para cortar e limpar as carnes.  

Ainda conforme o delegado, Hítalo Roberto disse também que quando a discussão ficou mais acirrada, eles entraram em vias de fato, a população e a família ainda tentaram apartar a briga, “no entanto, a vítima continuou provocando e ele viu, em certo momento, José Carlos afiando a faca e achou que ele iria esfaqueá-lo, por isso reagiu". O marchante contou que não se recorda a quantidade de facadas que desferiu.      

Hítalo será indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil e sem possibilidade de defesa da vítima.

Valter Nascimento informou que está solicitando a prisão preventiva do suspeito, devido à comoção pública, “nada justifica o que foi feito”.

Além disso, será solicitado o laudo cadavérico e o laudo pericial do local do crime para que possa saber, de fato, quantas facadas a vítima realmente sofreu e, em seguida, encaminhar o inquérito à justiça.    

O caso

José Carlos foi assassinado, à luz do dia e na presença de várias testemunhas, em uma feira livre montada  na Rua da Loteria, no bairro Roberto Correia, em União dos Palmares.

Logo após o homicídio, começou a circular nas redes sociais um vídeo gravado no momento do assassinato, onde mostra o marchante empunhando a faca e chutando José Carlos, que ainda está vivo. Enquanto a vítima está no chão, ensanguentada, é possível ouvir o choro desesperado de uma mulher.

O suspeito foi candidato a vereador na cidade, no pleito de 2016, pelo Partido Social Cristão (PSC).

Uma viatura do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), com três militares, foi acionada para o local, mas a vítima morreu, antes de receber socorro.

Confira o vídeo:

*Estagiária sob supervisão da editoria