Felipe Brasil Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O programa Na Base do Esporte é o primeiro programa social esportivo do Governo de Alagoas, foi lançado em 2015, recebeu esse nome porque suas atividades iniciais, antes mesmo da sua formatação como programa, começaram nos bairros onde funcionavam as Bases Comunitárias da Polícia Militar, como uma estratégia do Governador Renan Filho para ajudar na prevenção à violência. O Governador compreendia que o trabalho de prevenção só seria completo se as áreas sociais fossem envolvidas nessa missão, o esporte não poderia deixar de dar sua contribuição. E porque ao prevenir a criminalidade com esporte, a iniciação esportiva de diversas modalidades garantia o esporte de base.

O programa consite no oferecimento de aulas de diversas modalidades esportivas, no mínimo duas vezes por semana, de forma gratuita e regular para a população que mora em comunidades vulneráveis. Na primeira fase foram 6 bairros, os bairros das Bases Comunitárias ficaram pequenos frente ao sucesso do programa que se expandiu ano após ano, chegou nos diversos cantos de Maceió: no litoral norte com a Base do Distrito de Floriano Peixoto; na zona Sul, com a Base da Orla Lagunar; regiões centrais como as Grotas do Pau D'arco e Ouro Preto, no Cleto Marques Luz; na divisa com outros municípios como as Bases da Cidade Universitária. Hoje, com quase 4 anos de experiência, chegou-se na marca de 3 mil pessoas sendo beneficiadas, de todas as faixas-etárias.

O programa é executado pela Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude-SELAJ, em parceria com organizações sociais da sociedade civil, sem fins lucrativos, selecionadas de forma democrática e transparente via Chamada Pública, onde qualquer entidade que preencha os requisitos legais pode vir a ser selecionada. As Federações esportivas são as entidades mais participativas, sua própria natureza traz a expertise necessária, mas associações e institutos, que tenham a previsão em seus estatutos de atuar na área esportiva, podem igualmente participar.

Neste dia 28 de fevereiro ocorreu a Aula Inaugural de 2019, para celebrar a expansão do programa e abordar as novidades para 2019. Como a integração promovida pela SELAJ entre as entidades parceiras e as lideranças de cada comunidade, para que o programa melhor possa se enraizar em cada localidade e mobilizar a população. Na relação entre as entidades e as lideranças, um ajuda o outro, um cobra o outro, com isso a população sai ganhando com mais atores atuando para que o programa funcione da melhor forma possível. 

Além de profissionais da área esportiva, os beneficiários também serão acompanhados com profissionais da assistência social, para que os alunos, sejam as crianças ou idosos, possam ter ajuda profissional no seu desenvolvimento social e humano. O programa é esportivo, mas a assistência social é fundamental, pois o esporte não conseguirá ocupar o papel de destaque que pode ocupar na sociedade se não ajudar a resolver os entraves sociais da coletividade. Inserir a prática esportiva no cotidiano das pessoas é muito importante, mas, mais importante ainda é colocar o esporte à serviço do desenvolvimento social e econômico de Alagoas, ajudar a prevenir a violência tirando crianças e jovens da ociosidade que os deixa expostos à criminalidade, atuar na prevenção de problemas de saúde como obesidade, pressão alta e colesterol elevado, gerando maior qualidade de vida.

Nestes anos de atuação há uma coleção de depoimentos que mostram o resultado disso, como o do Pedrinho, que havia sido expulso de diversas escolas, sem estudar, estava vulnerável à violência "quando eu entrei na Base do Esporte do Kung Fu Dakaru eu mudei muito porque meu professor me ensinou a 'se' comportar; antes, ninguém me aceitava mais em nenhuma escola, aí agora eu estou estudando, estou fazeendo o 7º ano " (Kung Fu Dakaru é a entidade responsável pela Base do Conjunto Carminha, no bairro Benedito Bentes). Dona Maria de Fátima, aluna da Base do Trapiche, gerida pela Federação de Atletismo, relata que "estava sem poder nem dobrar o joelho, hoje, graças a Deus eu consigo; e, problema do colesterol também, estava alto, tudo isso eu controlei já através daqui, da zumba".

O professor da Base da Grota do Ouro Preto, Jonathan Magalhães, da Federação de Karatê Interestilo, fala sobre o papel do professor "você diretamente está no desenvolvimento da criança, dar a educação através do esporte, de uma forma exemplar, rotineira e cotidiana". Embora o trabalho dos professores do programa seja ensinar modalidades esportivas, a missão é muito maior, é ser instrumento de cidadania e amor. O elemento humano é ingrediente infalível para que sonhos e metas sejam alcançados!