Foto: Ascom SSP/AL Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Militares reforçam sistema prisional

O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas lançou uma nota à imprensa informando que poderão suspender as atividades desenvolvidas no Sistema Prisional Alagoano devido a impasses com o governo do estado.

Conforme dados repassados pela entidade, os profissionais estão com atrasos com os repasses de como das horas extras trabalhadas, que não entraram no contra-cheque do mês de fevereiro, além do atraso “no pagamento da bolsa qualificação que tem que ser paga até último dia do mês e até hoje a sefaz não liberou a cota financeira da SERIS pra fazer esse pagamento. Provavelmente atrasará também o repasse aos servidores”.

Com isso, os agentes avaliam a suspensão dos procedimentos como visita dos presos, entrega de comida, transferência e outros serviços.

Segundo a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), a cota financeira foi liberada ontem e o dinheiro deve entrar para os agentes nesta quinta-feira (28).

Leia nota do Sindapen na íntegra:

 O SINDAPEN vem tornar público inúmeros casos de desrespeito com o servidor nesse mês de fevereiro.

A começar do pagamento das horas extras trabalhadas e que não entraram no contra-cheque desse mês, podendo atrasar além do pagamento por ser feito o pagamento em folha suplementar, e por o processo ainda estar na PGE pra renovação. Aliado a esses casos de atraso, a adesão está cada vez menor e o efetivo diminuindo a cada mês e não temos oficialmente uma diretiva sobre o concurso público.

Também a bolsa qualificação que tem que ser paga até último dia do mês e até hoje a sefaz não liberou a cota financeira da SERIS pra fazer esse pagamento. Provavelmente atrasará também o repasse aos servidores.

Outra situação também que foi tirada as férias do contra-cheque de quem tem direito esse mês e não se resolveu ainda até a data de hoje.

Um direito do servidor que é o pagamento do retroativo da mudança de classe também está muito atrasado e existe uma cota limite para fazer esse pagamento. Processos com mais de um ano e ainda não foi pago o dinheiro devido.

A alimentação do sistema já é conhecida que não é de qualidade e não temos uma resolução efetiva do auxilio alimentação que tanto pleiteamos, como a PM e PC recebe pra comprar sua própria alimentação.

Diante disso, o SINDAPEN junto com a categoria está avaliando medidas mais drásticas, como SUSPENSÃO de todos procedimentos esses dias para chamar atenção do governo a fim de resolver até amanhã, pelo menos a parte financeira, e as demais o mais rápido possível.

Diretoria SINDAPEN