A partir de hoje (13) o posto de Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) do Detran no Shopping Farol mudou o sistema de distribuição de senhas para combater a ação de atravessadores e falsários que abordavam os usuários. Agora, as senhas para atendimento começam a ser distribuídas às 9h, quando o SAC inicia seu expediente.

A administradora Graça Cardoso, do SAC, explicou que, pelo procedimento anterior, as senhas eram distribuídas logo de manhã cedo, bem antes da abertura do SAC. “Então, os atravessadores chegavam antes, ficavam na fila junto com usuários que madrugavam, pegavam senhas e depois vendiam a usuários que chegavam depois. Isso é ilegal”.

Com o novo sistema, a entrega das senhas a partir das 9h é controlada pela segurança do SAC, da mesma forma que o ingresso dos usuários, um a um, nos guichês de atendimento.
Graça Cardoso alerta também os usuários para a ação de “intermediários” que agem de má fé. No SAC Farol, explica ela, quase 90% dos atendimentos são para a renovação da carteira de motorista.

“Logo que a pessoa chega, ela pode ser abordada por um falsário que se apresenta como “funcionário” ou “despachante” do Detran, que cobra dinheiro para “facilitar” a obtenção de documentos do Detran. O usuário deve repelir essas pessoas e denunciá-las à segurança. Eles não vão facilitar nada, o objetivo é tirar dinheiro do usuário desavisado”.

A administradora lembra que todos os procedimentos para a primeira Carteira de Habilitação ou para a renovação exigem a presença do usuário. “Ninguém pode estar no lugar do próprio usuário, porque ele terá que tirar a fotografia para a CNH e fazer a biometria, isto é, a captura de sua impressão digital eletrônica. Portanto, quem promete facilitar esses procedimentos está dando golpe”.

De acordo com Graça, ninguém deve dar dinheiro a nenhuma pessoa. O único desembolso correto é o pagamento das taxas, que é feito nos agentes financeiros credenciados, como as lotéricas, através das guias que o Detran emite no SAC. “Esses falsários mostram até falsos crachás do Detran para abordar os incautos, mas estamos tomando providências contra isso junto à polícia”, conclui ela.