Os gestores da área de Recursos Humanos das secretarias e órgãos do município participaram, nesta terça-feira (13), do primeiro módulo do curso de capacitação em RH. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Administração, Recursos Humanos e Patrimônio (Semarhp), que visa qualificar os profissionais sobre as novidades da área.

O curso de formação de gestores de RH tem uma carga horária total de 32 horas e está dividido em sete aulas, sempre às terças e quintas-feiras. As aulas vêm sendo coordenadas pelas monitoras Edna Tizeu e Ada Costa.

Segundo elas, a ideia do curso de formação é não só qualificar o pessoal, mas também ouvir as principais queixas sobre o trabalho que os gestores desenvolvem nas secretarias e buscar meios para resolvê-las.

“O profissional de RH está habilitado para ser técnico e ao mesmo tempo humano. Ele verifica as necessidades das pessoas, para que elas se sintam bem nas organizações e ao mesmo tempo se preocupa com o lucro da empresa”, disse Ada Costa.

Ela explicou que a empresa deve se preocupar com os funcionários, dando-lhes assistência e qualidade de trabalho para buscar o lucro. “Mesmo os órgãos públicos precisam de lucro para se sustentar”, destaca.

A principal reclamação dos profissionais de RH é a falta de reconhecimento dos chefes, principalmente quanto aos projetos realizados nas secretarias, como dinâmicas de grupo com os funcionários, campanhas internas de vacinação e realização de cursos de capacitação para os funcionários.

Os gestores de RH também reclamaram muito da falta de participação dos funcionários das secretarias nesses mesmos cursos de capacitação.