811673d2 63b8 43ec 9027 27f77370d65b

Para fortalecer o atendimento a crianças e adolescentes em situação de rua, técnicos da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) estão participando do Projeto Crescer com Cidadania, promovido pelo Núcleo da Infância e da Juventude do Ministério Público Estadual (MPE).

O projeto reúne profissionais de vários órgãos em busca do melhor encaminhamento para os casos onde há resistência no trabalho de reinserção promovido pelo Município. Nesta terça-feira (19), foram discutidos os encaminhamentos para adolescentes usuários de substâncias psicoativas e como melhorar o fluxo de atendimento nesses casos.

Segundo a coordenadora-geral dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Sheila Barros, desde que o projeto iniciou, o MPE tem selecionado casos considerados emblemáticos de crianças em situação de rua. “Já conseguimos encaminhar vários casos que necessitavam de maior articulação entre os órgãos da rede. Conseguimos também solucionar casos que a assistência, isoladamente, não conseguia encaminhar”, destacou.

O grupo trabalha casos específicos onde há crianças e adolescentes em situação de rua em Maceió e há resistência da família em sair desta condição. Os órgãos envolvidos na garantia de direitos discutem e decidem, em conjunto, com o Ministério Público Estadual que medidas serão adotadas.

“Esse grupo de trabalho é um espaço para mostrar os problemas com clareza e resolvê-los em coletividade. Essas reuniões estão sendo bem produtivas”, disse o promotor de Justiça e coordenador do Núcleo da Infância e da Juventude do MPE, Ubirajara Ramos.

O Crescer com Cidadania existe desde outubro do ano passado.  Além da Semas, fazem parte do trabalho a Secretaria Municipal de Saúde (Consultório na Rua e Saúde Mental), o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fetpat), Conselhos Tutelares, Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público Estadual, Movimento Nacional de População de Rua e representantes da sociedade civil.