Cortesia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Erisvan Bezerra da Silva

Agentes penitenciários estão trabalhando junto com equipes do Instituto de Criminalística para identificar as causas da morte do reeducando Erisvan Bezerra da Silva, de 28 anos, ocorrida nesta terça-feira, dia 19.  O corpo foi encontrado numa cela do módulo III, do Presídio Baldomero Cavalcanti de Oliveira, localizada no Complexo Penitenciário, em Maceió.

Erisvan estava preso desde 2013 acusado de estuprar um menor de idade na cidade de Teotonio Vilela.

Conforme nota enviada à imprensa, a  Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informou ainda que “os gestores da Ressocialização estão comunicando o ocorrido para que as autoridades do Poder Judiciário tomem as providências cabíveis”.

A direção da unidade abriu um Procedimento Administrativo Disciplinar para apurar as causas e circunstâncias. A Seris já entrou em contato com os familiares do reeducando para informar o fato e prestar toda a assistência necessária.

O Instituto Médico Legal (IML) também foi acionado.