E2a7de3e bc3c 4ccb 908f bae3eaac9ae6 Renan Filho

Após discursar durante a sessão de abertura dos trabalhos da 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa, o governador Renan Filho (MDB) contou, em entrevista à imprensa, sobre suas expectativas para o encontro com o ministro da Economia, Paulo Guedes; a necessidade da Lei Delegada e as novas nomeações em seu governo.

O governador disse que, além da Reforma da Previdência, irá falar com o ministro sobre a situação fiscal de Alagoas, convidar o Tesouro Nacional para fazer uma visita "e aferir a solidez fiscal do Estado". Renan Filho pretende avançar na discussão de novas operações de crédito para seguir fazendo investimentos, a exemplo do que está sendo feito na duplicação de Maceió até Arapiraca.

Ele informou que pretende sentir o que o ministro espera para este ano no Brasil, de maneira que seja possível preparar uma execução orçamentária: “Está todo mundo esperando para ver o que vai acontecer com o país. Então, todo mundo está com o pé no freio ainda”.

Lei Delegada

Questionado se a Lei Delegada que está sendo gestada pelo Executivo pode ser aprovada na Casa, contou que irá conversar com alguns deputados e secretários para checar se há a necessidade de Lei Delegada. “Vou conversar com a Assembleia sobre esse e sobre outros projetos que, eventualmente, a gente tenha que enviar para cá [ALE]”.

Mudanças

Renan também foi perguntado sobre o nome do novo líder do Governo na Casa, mas alegou que o assunto também seria discutido, e brincou questionando se a repórter do CadaMinuto tinha alguma sugestão. Com relação ao secretariado, confirmou que está fazendo algumas mudanças e pode haver novidade ainda essa semana.

 

*Estagiária sob supervisão da editoria