Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo (Pros), foi vítima de crime de racismo na manhã desta quinta-feira (14). O crime aconteceu durante a sessão ordinária e foi cometido por um homem que ocupava as galerias do plenário da Casa.

Na ocasião, os vereadores discutiam a regulamentação dos aplicativos de transporte individual na capital. Por isso, nas galerias da casa estavam muitos motoristas de aplicativo e taxistas. Por volta das 10h40, um taxista, presente na galeria, xingou o vereador de “urubu” e “macaco”.

No momento em que percebeu a ofensa, Policarpo suspendeu a sessão por 15 minutos, afirmando que a galeria tinha todo o direito de se manifestar, mas ressaltou que racismo é crime. “Gostem ou não, um negro é presidente dessa casa”.

O vereador afirmou que, assim que identificar o taxista irá a Polícia Civil prestar queixa. A assessoria dele já confirmou que possui imagens das galerias do plenário no momento em que o crime foi cometido.

Policarpo ressaltou também que novas medidas de segurança serão tomadas a partir da próxima terça (19). Entre elas estão a realização de cadastro com foto de todas as pessoas que entrarem na Câmara.

 

Fonte:https://diaonline.r7.com/2019/02/14/taxista-chama-presidente-da-camara-municipal-de-goiania-de-urubu-e-macaco-durante-sessao/